Pedro Ken suspenso por doping: batalha em outro campo


A Autoridade Brasileira Controle de Dopagem (ABCD) divulgou ontem uma lista atualizada com atletas que violaram as regras antidopagem desde junho de 2016 até março deste ano e dentre os 55 nomes presentes estava o do meia Pedro Ken, do Ceará. Por uso da substância Anastrozole, o jogador pegou uma suspensão preventiva, mas alega inocência.

A defesa de Ken diz que o jogador tem um acompanhamento particular de suplementação e que mesmo com receitas supervisionadas pelo departamento médico do Ceará, no ato da manipulação, feito em uma farmácia, houve contaminação.

“No julgamento, o próprio tribunal acabou reconhecendo essa contaminação, mas achou que não fui cuidadosos suficiente, por não guardar um pote fechado a mais de cada suplemento que eu consumia ou não ter procurado uma farmácia que fosse exclusiva para atletas de alto rendimento, mas eu desconhecia essas duas coisas”, explica o meia.

Ele se refere ao julgamento realizado em segredo de justiça (ninguém pode divulgar o resultado) na última sexta-feira, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem, em Brasília, que manteve a suspensão preventiva definida por decisão única de um dos nove auditores no fim de fevereiro, quando o Ceará foi notificado.

Pedro Ken poderá provar inocência em um próximo julgamento, ainda sem previsão de data (o Ceará busca que seja o quanto antes). Enquanto estiver suspenso, o jogador não recebe salário e nem pode usar as dependências do clube. Segundo a assessoria de imprensa do Ceará, o tratamento da lesão do quadril foi feito em clínicas particulares e há cerca de três semanas ele treina em um campo society fora da sede. “Pelos clubes que passei sempre fui reconhecido pela minha conduta, profissionalismo, caráter, até muito mais que pelo meu talento, então foi uma coisa muito complicada para mim”, declarou Ken, que agradeceu a diretoria do Ceará e pediu apoio aos torcedores.

CRONOLOGIA

ENTENDA O CASO

SETEMBRO - 2017

Após atuar na partida Santa Cruz 0x0 Ceará, pela Série B do Brasileiro, Pedro Ken é selecionado para fazer o exame anti-doping.

NOVEMBRO - 2017

Pedro Ken recebe resultado positivo do exame anti-doping para a substância Anastrozole e pede contra-prova

JANEIRO - 2018

Contra-prova do exame dá positivo para a mesma substância.

FEVEREIRO - 2018

Pedro ken e Ceará são notificados da decisão única de um auditor do TJDA sobre suspensão preventiva imediata.

MAIO - 2018

Julgamento na sede do TJDA mantém suspensão preventiva.


O Povo Online
_________________________________________________________________________________

Tom Gurgel. Tecnologia do Blogger.